Dor Crônica - "Você não precisa sofrer, aprenda com a dor crônica e recupere-se"

EDUCAÇÃO EM DOR: CONHEÇA O EBOOK “COM HUMOR DÓI MENOS Vol. 2”

Clique aqui

Destaques da Semana

Dor Crônica & Cia

Ir para os destaques

Não perca a nova versão do jogo ALIVIO 2.0. Mais simples. Mais intuitivo. E uma categoria somente destinada à dor feminina.

Saiba mais

Dor Crônica

Get your kicks, on route 66!
Get your kicks, on route 66!
Route 66 é uma série de televisão estadunidense de sucesso nos anos 60. Contava a história de dois jovens que viajavam em um Chevrolet Corvette pela Route 66, a estrada mais famosa do Grande País do Norte. A série era…
Antibióticos comumente usados podem levar a problemas cardíacos
Antibióticos comumente usados podem levar a problemas cardíacos
Cientistas mostram pela primeira vez uma ligação entre dois tipos de problemas cardíacos e uma das classes de antibióticos mais comumente prescritas.
Coração: fatores de risco exclusivos das mulheres
Coração: fatores de risco exclusivos das mulheres
Uma abordagem médica pautada por pesquisas realizadas mormente em homens – sintomas como dor no peito que irradia para o braço esquerdo – tem deixado muitas mulheres subdiagnosticadas e subtratadas. Elas geralmente apresentam falta de ar, náusea ou vômito e…
Educação em dor crônica serve para nada? Isso depende de você.
Educação em dor crônica serve para nada? Isso depende de você.
Dizer que a educação em dor é uma proposta “pouco prática” é um veredito miope. Ou ignorante, para dizer o mínimo. Nenhuma educação funciona sem educadores motivados para educar, qualificados no tema e eficientes na comunicação interpessoal.

Dor nas Costas

Como praticar pilates sem se machucar
Como praticar pilates sem se machucar
Se você pratica Pilates regularmente, sem dúvida irá beneficiar o corpo, o cérebro, e acima de tudo, a relação entre esses dois. Pode ser, no entanto, que seus hábitos de exercício estejam prejudicando-o. Ninguém está livre disso. Exercícios repetitivos mal…
Mitos e fatos sobre a dor nas costas
Mitos e fatos sobre a dor nas costas
Você já leu “O Poder do Mito”, do inglês Robert Campbell? Um clássico. Mitos são poéticos, mas não deixam de ser fantasias, e fatos, enfim, são fatos. A dicotomia entre uns e outros se dá em todas as áreas do…
Dor crônica nas costas e depressão: andam juntas? - Parte 1
Dor crônica nas costas e depressão: andam juntas? - Parte 1
Se você portar leves sintomas de depressão, eles dificilmente serão percebidos numa consulta sobre dor nas costas, quando mais merecerão atenção médica, se percebidos. E será que isso importa? Resposta: muuuito! Veja aqui o porquê.
Dor nas costas: exercícios que o seu fisio nunca vai indicar
Dor nas costas: exercícios que o seu fisio nunca vai indicar
Manter-se em movimento é ingrediente obrigatório de um tratamento de dor nas costas. A praxe é um fisioterapeuta indicar que exercícios fazer, o que está correto. Porém, isso é suficiente? Amiúde o medo da dor faz o paciente resistir ou…

Psicologia da Dor

A depressão é curável? – Post 5
A depressão é curável? – Post 5
Conheça mais um post da nossa série sobre DEPRESSÃO, com a opinião do quinto dos 17 médicos espalhados pelo mundo que respondem à pergunta sobre se ela é mesmo curável. Aqui, a opinião do Dr. Rodrigo del Córdoba Rojas, da…
A depressão é curável? – Post 4
A depressão é curável? – Post 4
Voltamos a publicar mais um post da nossa série sobre DEPRESSÃO, com a opinião do quarto dos 17 médicos espalhados pelo mundo que respondem à pergunta sobre se ela é mesmo curável. Conheça a opinião do Dr. M. Bauer, da…
A depressão é curável? – Post 3
A depressão é curável? – Post 3
Seguindo com a série de publicações sobre DEPRESSÃO, conheça a opinião do terceiro dos 17 médicos espalhados pelo mundo que respondem à pergunta sobre se ela é mesmo curável.
A depressão é curável? – Post 2
A depressão é curável? – Post 2
Seguindo com a série de publicações sobre DEPRESSÃO, conheça a opinião do segundo dos 17 médicos espalhados pelo mundo que respondem à pergunta sobre se ela é mesmo curável.

Neurociência e Dor

“Estresse bom” e dor. Acredite, eles andam juntos.
“Estresse bom” e dor. Acredite, eles andam juntos.
O estresse bom sempre se pensou que pudesse mascarar uma dor aguda. É o soldado que continua lutando mesmo ferido, ou o atleta olímpico que completa a prova mesmo machucado. Todavia, um estudo de pesquisadores israelenses e canadenses enfraquece essa…
A sua dor crônica é sua. O seu cérebro, idem. Que tal colocar esses dois em contato?
A sua dor crônica é sua. O seu cérebro, idem. Que tal colocar esses dois em contato?
Graças ao fenômeno da neuroplasticidade, o cérebro pode se renovar até o fim dos dias, e no interim, desenvolver e pôr em prática extraordinários poderes não apenas para combater a dor, mas também para ajudar na recuperação de derrames, melhorar…
O sobe-e-desce da dor crônica
O sobe-e-desce da dor crônica
O termo “modulação” está na moda. Os eminentes juízes do não menos eminente Supremo Tribunal Federal estão a modular jurisprudência sobre o compartilhamento de dados financeiros dos contribuintes entre órgãos fiscalizadores etc. Mo-du-lar. O que é isso e o que…
O controle da dor crônica pela mente vem aí. E quem duvide, vai dançar.
O controle da dor crônica pela mente vem aí. E quem duvide, vai dançar.
Acredite se quiser, mas o futuro da analgesia pode estar menos na farmácia e mais na poltrona. A mente efetivamente pode vir a ser usada pela pessoa para aliviar suas dores, seja diretamente, ou despertando motivação e autocontrole suficientes para…

Terapias para o Alívio da Dor & Outros

Dor no carnaval. Pode uma coisa dessa?
Dor no carnaval. Pode uma coisa dessa?
“Deus nos colocou aqui, neste passeio de carnaval. Fechamos nossos olhos sem nunca saber onde nos levará em seguida”. Eis a declaração poética de um folião. Porém, e se por fechar os olhos ele acabar no Pronto Socorro sofrendo com…
Você é médico, ou médica? Pare um minuto e leia isso aqui.
Você é médico, ou médica? Pare um minuto e leia isso aqui.
Na segunda metade do século XIX um médico canadense disse o seguinte: “Não desejo outro epitáfio… além da declaração de que ensinei estudantes de medicina nos ambulatórios, pois considero isso de longe o trabalho mais útil e importante para o…
Mãe, por que dói minha barriga?
Mãe, por que dói minha barriga?
O objetivo deste blog é um só: educar gente em dor. Ora, criança também é gente. E gente que precisa aprender sobre dor o antes possível para assim não ter que perambular de médico em médico e de farmácia em…
O modelo biopsicossocial da medicina numa vida sem tempo
O modelo biopsicossocial da medicina numa vida sem tempo
Ganha uma viagem a Kabul (ida somente) quem me indicar o médico que for contrário à ideia da medicina adotar um modelo biopsicossocial (invés do modelo biomédico convencional). Todos são a favor. Então, a pergunta que não quer calar é:…
A página do Terapeuta da Dor

Artigos

Transtornos de ansiedade nas mulheres
Transtornos de ansiedade nas mulheres
A expectativa de vida feminina inclui épocas distintas da função hormonal, incluindo puberdade, pré-menstruação, gravidez ou pós-parto (em algumas mulheres) e a transição da menopausa. Esta revisão está estruturada para definir as principais épocas da vida feminina; fornecer um breve resumo dos principais transtornos de ansiedade, com foco na prevalência e apresentação no contexto de diferenças de sexo e em pontos da vida feminina; descrever potenciais bases biopsicossociais de transtornos de ansiedade entre mulheres; fornecer diretrizes para avaliação e diagnóstico diferencial; e descrever as opções de tratamento com atenção a eventos reprodutivos, como a gravidez.
Como uma mulher mudou o que os médicos sabem sobre ataques cardíacos
Como uma mulher mudou o que os médicos sabem sobre ataques cardíacos
O SCAD é agora reconhecido como a causa mais comum de ataques cardíacos em mulheres com menos de 40 anos. Mas essa constatação é muito, muito recente. Por que demorou tanto tempo para médicos e pesquisadores reconhecerem o SCAD? A razão mais importante não foi falta de verba, de base científica, ou de capacidade de pesquisa, mas provavelmente que a condição afeta predominantemente as mulheres. Leia a respeito uma matéria publicada no ano passado pelo The New York Times.
A busca por biomarcadores de dor no cérebro humano
A busca por biomarcadores de dor no cérebro humano
Este artigo é destinado a neurologistas. Ele foi publicado há apenas um ano por uma revista científica muito respeitada (A Journal of Neurology). Profissionais da área interessados em dor certamente irão descobrir nele coisas novas. Leigos como eu já irão achá-lo “pesado”, algo indigesto. O problema é que o assunto em foco está no centro da corrida pelo alívio da dor crônica. Gostemos ou não, quem deseja aprender sobre essa dor não irá consegui-lo sem entender, primeiro, como o cérebro funciona, e como funciona este em relação àquela. Por isso, eu apresento apenas as primeiras duas seções do artigo, que podem ser digeridas, com igual proveito, por gregos e troianos. As seções seguintes, mais cabeludas, deixo para os gregos, digo os neurologistas, lerem no original em inglês.