Artigos

Artigos

O estresse e seu impacto: tudo o que você acha que sabe e talvez ignore
O estresse crônico, sofrendo estressores por um período prolongado, pode resultar em uma drenagem prolongada do corpo. À medida que o sistema nervoso autônomo continua a desencadear reações físicas, causa desgaste no corpo. Não é tanto o que o estresse crônico faz com o sistema nervoso, mas o que a ativação contínua do sistema nervoso faz com outros sistemas corporais que se tornam problemáticos.
Gerenciando a dor crônica na era do “quinto sinal vital”: perspectivas históricas e de tratamento sobre um dilema médico dos dias atuais
Uma abordagem de reabilitação multidisciplinar para o tratamento da dor crônica parece ser mais eficaz em comparação com as opções de tratamento de modalidade única / profissional único tradicionais. Como se chegou a essa conclusão? Essa opção é viável? Que terapias estão envolvidas e qual o papel do profissional da saúde na sua aplicação? Este artigo, dividido em 5 partes, examina esses aspectos e outros mais. Imperdível para quem quiser realmente entender de dor crônica.
Diagnóstico e tratamento da dor lombar
O manejo diagnóstico e terapêutico de pacientes com dor lombar tem sido caracterizado por considerável variação dentro e entre países, e entre clínicos gerais, médicos especialistas e outros profissionais de saúde – provavelmente com algum prejuízo para os pacientes. Este artigo procura diminuí-la fornecendo informações e diretrizes de alcance universal.
O que você não sabe sobre a dor pode estar piorando você!
Processo Nociceptivo. Não assuste com o nome que inventaram para o “processo da dor”. Saber como a dor se forma e é percebida pelo nosso sistema nervoso é fundamental para saber como enfrentá-la. Esse artigo descreve isso de forma clara e precisa, além de amena. 
Nova classificação da dor crônica
Para você, paciente ou mesmo profissional da saúde, na prática talvez importe pouco saber se é dor crônica ou dor psicogênica, ou ambas. Afinal, dor é dor. Porém, dor crônica e dor psicogênica são duas condições distintas e merecem tratamentos também distintos.
Desconstruindo a terapia funcional cognitiva
Toda terapia nova é vista com receio, e com razão. Quanto mais a necessidade de conservar a saúde se faz presente, maior o número de aventureiros criativos que inventam qualquer coisa para ganhar notoriedade e dinheiro. O autor deste artigo é um crítico qualificado (do ramo), que resolveu assistir as demonstrações in vivo de como a Terapia Cognitiva Funcional, enfim, funciona. Vale a pena conhecer suas impressões.
Depressão comórbida e sintomas de ansiedade em pacientes com dor crônica e seu impacto na qualidade de vida relacionada à saúde
Depressão na Bahia de Todos os Santos já é algo que, por si só, chama a atenção. Porém, a pesquisa que este artigo apresenta chama a atenção pela elegância com que foi planejada e feita. Uma aula para quem quiser viabilizar uma tese de doutorado ou um bom artigo numa pesquisa de campo usando dados de pacientes de um hospital universitário. Ah, e os resultados também interessam. Afinal, distúrbios mentais estão associados a dor crônica? Veja aqui o que os baianos têm a dizer.
Manejo da dor crônica em idosos
Nesse artigo, os autores, todos eles professores de medicina em universidades de ponta, propõem um Guia para os profissionais de saúde instruírem seus pacientes idosos sobre diversas abordagens de tratamento das dores crônicas de alto impacto, incluindo modalidades medicamentosas e não medicamentosas, como forma de ampliar seu “portfólio de gerenciamento da dor”.
Terapia cognitiva funcional: Uma abordagem comportamental integrada para o tratamento direcionado da dor lombar incapacitante – Parte 2
Na primeira parte desse post foi apresentada uma abordagem ao alívio da dor nas costas baseada no conceito mente-corpo: a Terapia Cognitiva Funcional. Ela combina fisioterapia com psicoterapia para induzir a mente a fazer o corpo se movimentar normalmente – algo que a dor, em princípio, impede. Essa segunda parte do post destaca como ponto central da tal terapia, uma forte aliança médico-paciente, sustentada por uma abordagem motivacional e caracterizada por uma comunicação aberta, reflexiva, empática e validadora. Se você acredita nisso, continue lendo.
Terapia cognitiva funcional: Uma abordagem comportamental integrada para o tratamento direcionado da dor lombar incapacitante – Parte 1
O Dr. Peter O’Sullivan não tem jeito de doutor. Parece mais com o irmão mais velho de todo mundo, aquele cara sensato, boa praça, que dá conselhos... Fisioterapeuta australiano considerado uma autoridade mundial em dor musculoesquelética, ele já tem artigos publicados nesse blog. O artigo que você vai ler a seguir é sobre uma invenção de sua autoria – a Terapia Cognitiva Funcional – uma mistura de exame clínico com avaliação psicológica, que visa resultados terapêuticos superiores aos que poderia se conseguir fazendo uma coisa ou outra. Trata-se de uma abordagem de gestão da dor lombar centrada no paciente que tem como alvo suas crenças, medos e comportamentos associados (movimento e estilo de vida). Ela capacita a pessoa a fazer exatamente as coisas que teme e/ou evita, mas de maneira descontraída e normal. Boa leitura.