Quando se preocupar com dor lombar - Parte 2

E quando não! O que é latido e o que é mordida?

Quando se preocupar com dor lombar - Parte 2

A Parte I desse artigo apresentou as piores causas possíveis de dor nas costas e suas principais características. E também os dois principais sintomas com os quais realmente convém se preocupar. Nessa Parte II são apresentados os Três Grandes sinais que convidam a investigar uma dor lombar persistente (mas que ainda não é uma emergência), assim como todas as bandeiras vermelhas sugerindo possíveis causas.

Autor: Paul Ingraham

Os Três Grandes sinais de que você deve investigar uma causa sinistra de dor lombar persistente (mas que ainda não é uma emergência)

Você não deve se preocupar com dor lombar até que três condições sejam satisfeitas:

  1. está incomodando você há mais de 6 semanas1
  2. é grave e / ou não está melhorando ou até piorando
  3. há pelo menos uma outra “bandeira vermelha” (veja mais itens da lista abaixo)


A presença dos Três Grandes sinais não confirma que algo horrível está acontecendo. Significa apenas que você precisa verificar com cuidado.

A história do ator Andy Whitfield é um exemplo perturbador e educativo de um caso que atendeu a essas condições – com certeza os dois primeiros, e provavelmente o terceiro também, se soubéssemos os detalhes. Whitfield foi a estrela do programa de TV de sucesso Spartacus.2 O primeiro sinal do câncer que o matou em 2011 foi uma dor nas costas que foi piorando lentamente. É sempre difícil diagnosticar um câncer que começa assim, mas Whitfield estava no meio de um treinamento físico intenso para parecer o gladiador mais famoso da história. A dor nas costas não pareceu incomum no início e alguns outros sintomas podem ter sido obscurecidos. A perda de peso pode até ter parecido uma vitória de treinamento no início. Foram muitos longos meses antes que ele fosse diagnosticado – não até que a dor nas costas fosse severa e constante. Um exame finalmente revelou um grande tumor pressionando sua espinha.

Não confunda ameaça e risco. Trabalhar na beirada é um risco. Mas, novamente, também o é sair pela porta da frente.

~ Cory Blickenstaff, PT

Todas as bandeiras vermelhas para causas nefastas de dor nas costas

“Bandeiras vermelhas” são sinais ou sintomas de que algo medicamente ameaçador pode estar acontecendo. Bandeiras vermelhas não são confiáveis ​​e sua presença não é um diagnóstico. Quando você tem algumas bandeiras vermelhas, isso indica apenas a necessidade de olhar mais de perto. Às vezes, bandeiras vermelhas estão em falta e há realmente algo sério acontecendo… e às vezes são um falso alarme.3 Assinale a seguir todas as opções que se aplicam … esperamos que nenhuma ou poucas, ou apenas a menos alarmante delas!

  • O risco de uma causa sinistra para dor lombar é geralmente maior se você tem menos de 20 anos ou mais de 55 anos (Andy Whitfield foi uma trágica exceção).
  • A leve batida da coluna é dolorosa.
  • Febre ou arrepios inexplicáveis.
  • A dor na parte superior das costas está associada a um maior risco de câncer.
  • A perda de peso é particularmente um sinal potencial de câncer.
  • O uso de esteróides, o abuso de outras drogas e o HIV são todos fatores de risco.
  • Se você está geralmente se sentindo mal além de ter dor lombar, isso pode ser uma indicação de que um processo de doença está em andamento.
  • Os indicadores de doença auto-imune incluem história familiar de doença auto-imune, aumento gradual mas progressivo dos sintomas antes dos 40 anos, rigidez matinal acentuada, dor nas outras articulações, lombalgia, erupções cutâneas, dificuldade de digestão, irritação nos olhos e secreção a uretra.
  • Sintomas que se espalham igualmente em ambas as pernas, especialmente dormência e / ou formigamento e / ou fraqueza, especialmente se for agravado ao levantar peso. Os mesmos sintomas limitados a um lado também são uma preocupação, porém menos.
  • Dificuldade em urinar, incontinência, dormência ao redor da virilha, pé caído (um dedo do pé que se arrasta) e fraqueza significativa nas pernas são todos sinais potencialmente graves de um problema neurológico. Esses sintomas podem se desenvolver com o tempo, por isso é importante continuar considerando-os.
  • Algumas dessas bandeiras vermelhas são muito menos vermelhas do que outras, especialmente dependendo das circunstâncias. Por exemplo, “perda de peso” é comum e, muitas vezes, o sinal de uma dieta bem sucedida! (Bem, pelo menos temporariamente bem sucedida, de qualquer forma.) Obviamente, se você sabe de uma razão inofensiva por pela qual você tem um sintoma de bandeira vermelha, então aquilo não é realmente uma bandeira vermelha. Mas cada bandeira vermelha real – em combinação com dor lombar grave ocorrendo por várias semanas – é definitivamente uma boa razão para você fazer um checkout.


A maioria das pessoas que registra um item ou dois acaba não tendo uma causa ameaçadora para sua dor lombar. Mas por que não verificar?

O problemático: o câncer como causa de dor lombar, e a necessidade de testar “por via das dúvidas” quando os sintomas o justificam.

Desculpa, eu tenho que usar a palavra C – Eu sei que é meio chato. Mas C acontece.

Alguns tipos de câncer em seus estágios iniciais podem ser difíceis de distinguir da dor comum nas costas – um câncer ósseo nas vértebras, por exemplo – e isso cria um problema de diagnóstico frustrante. Eles são muito raros como para os médicos fazerem testes de câncer em todos os pacientes com dor lombar “apenas por precaução”. E, no entanto, a possibilidade também não pode ser descartada! É um problema insolúvel.

Estar “assustado” com dores nas costas persistentes representa uma ameaça genuína: pode piorar muito a dor lombar.

A maioria dos cânceres e problemas ameaçadores inevitavelmente começam a causar outros sintomas distintos e ameaçadores, e não demorará muito para que alguém perceba que há mais coisas do que apenas dores nas costas. Portanto, é realmente uma circunstância extraordinária para a dor nas costas ser sinistra sem causar outros sintomas que despertem o alarme.

Entretanto, é extremamente comum que a dor lombar não fatal seja alarmantemente severa – ter um latido alto! Seu médico pode não apreciar o quanto isso é verdade e pode reagir de forma exagerada a todas as dores lombares persistentes, mesmo sem outras bandeiras vermelhas. Na maioria dos casos, você não deve deixá-lo te assustar. “Assustar-se” com dor nas costas persistente é a verdadeira ameaça: pode piorar muito a dor lombar e muito mais a sua duração (uma ironia trágica).

Esta é uma combinação profana de fatores: os mesmos sintomas podem ter uma causa extremamente rara, mas séria, ou uma causa extremamente comum, mas “inofensiva”, que pode ser grandemente agravada pelo alarme excessivo!

A boa notícia é que é fácil diagnosticar o câncer em tempo, então a resposta para o dilema é simplesmente fazer os testes necessários quando for a hora certa, mas não antes. Há todas as razões para rastrear o câncer quando as condições o justificam – isto é, quando as bandeiras vermelhas aparecem em combinação com uma dor intensa e persistente.

A dor lombar à direita é preocupante?

Muitas pessoas encontram este artigo na internet porque estão pesquisando informações sobre “dor lombar inferior” ou “dor na parte inferior direita”, por isso fiz questão de incluir informações extras exatamente sobre essa questão.

Dor no lado direito das costas não é particularmente preocupante. Mesma coisa à esquerda. Existem dois tipos principais de dor nas costas que ocorrem apenas de um lado:

  1. Dor nas costas que poderia ocorrer em ambos os lados, mas só acontece de estar à direita ou à esquerda exclusivamente. Isso é muito comum. A dor nas costas mais comum domina somente um lado das costas.
  2. Dor nas costas que vem especificamente de estruturas que existem apenas de um lado. Esta é uma categoria pequena.


A maior parte da anatomia da região lombar e do abdome é simétrica. Algumas das entranhas não são simétricas, e apenas algumas delas são uma causa plausível de dor nas costas do lado direito. Veja algumas das principais anatomias a serem consideradas:

  • Ossos e músculo – Todas as estruturas musculoesqueléticas da região lombar são 100% simétricas, exceto por pequenas variações locais. Lesão, patologia e desenvolvimento podem ocorrer em mais de um lado. Por exemplo, os discos intervertebrais raramente se projetam exatamente no centro, mas de um lado ou de outro.
  • Rins – Os rins são um par bem equilibrado. Um rim doloroso pode causar dor nas costas de um lado ou do outro.
  • A dor no rim pode ser sentida como a dor nas costas, e pode ocorrer em apenas um lado. Geralmente é bastante lateral, e apenas um pouco baixo o suficiente para se qualificar como dor lombar “baixa”. No entanto, quando as pedras nos rins descem através dos ureteres, elas podem causar dores (terríveis) na região lombar. A dor de pedra nos rins costuma ser tão severa e se desenvolve tão rapidamente que não é confundida com um problema de dor nas costas.
  • Aorta – A aorta é a maior artéria do corpo. Ele desce do coração através da caixa torácica e ao longo do lado esquerdo da coluna.
  • Um aneurisma da aorta pode causar dor no lado esquerdo das costas.
  • Apêndice – O apêndice é uma das poucas estruturas claramente unilaterais da região. Está à direita. No entanto, a apendicite raramente causa dor nas costas (ou pelo menos não sem muita dor abdominal).
  • Intestinos – Os intestinos são um emaranhado de tubos, principalmente simétrico, com uma chance igual de causar dor em ambos os lados – mas quase exclusivamente dor abdominal, não dor nas costas.
  • Vesícula biliar – A vesícula biliar está à direita. Dor na vesícula biliar pode ser sentida nas costas. No entanto, geralmente é bastante alta – até mesmo a altura do omoplata – e quase sempre ofuscada pela dor abdominal.
  • Pâncreas – O pâncreas é aproximadamente central, e as condições que o afetam podem causar dor no meio das costas de ambos os lados, mas geralmente bastante centrais. Tal como acontece com todas as outras vísceras, a dor abdominal é mais provável e provavelmente mais proeminente.
  • Baço – O baço está à esquerda e, quando doer, geralmente vem com uma sensação de plenitude e dor vaga “em algum lugar” no abdome superior esquerdo e na parte superior da região lombar.


Agora você deve ter a ideia de que o lado da dor por si só não nos diz muito, e a maioria das fontes unilaterais de dor são vísceras que geralmente causam mais dor abdominal. Em outras palavras, a única razão para se preocupar com a dor lombar direita ou esquerda é se você tiver outros sintomas significativos não relacionados às costas, ou sinais de alerta apontados pelas bandeiras vermelhas listadas neste artigo.

Veja outros posts relacionados...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *