Sem (muitas) palavras

Sem (muitas) palavras
image_pdfimage_print

Vivemos um momento histórico. Muitos países que eu pensava fossem civilizados (ou quase) estão a dar um show de insanidade e estupidez de proporções monumentais. Se antes haviam dúvidas quanto a que uma volta prematura ao normal faria com que a pandemia ganhasse tração, agora ninguém questiona. Porém, a insanidade não é essa, e sim continuar a acumular celeremente infectados e mortos como se isso fosse um requisito natural, pacífico e tranquilo de um novo normal.

“Não tenha medo de ter medo. Ter medo é um sinal de bom senso. Apenas idiotas completos não têm medo de nada.”

– Carlos Ruiz Zafón, escritor

A curva de novos casos confirmados com Covid 19 até o dia 26 de junho 2020.  O “X” marca o dia em que os estados americanos começaram a desmontar as respectivas quarentenas.

Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas

A curva de novos casos confirmados com Covid 19 até o dia 26 de junho 2020. O “X” marca o dia em que os estados brasileiros começaram a desmontar as respectivas quarentenas.

Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas

Curvas epidemiológicas de vários países. Pela ordem de cima para baixo: Brasil, Estados Unidos, Índia, Rússia, México, Chile, Peru, Irã, Colômbia, Reino Unido.

Dor Crônica - O Blog das Dores Crônicas

Nota do blog: 3 semanas atrás publiquei o post “Conveniência versus Ciência – o Duelo sob o sol do Covid 19”, mencionando quem venceria a batalha após o afrouxamento das regras de isolamento social. As curvas acima mostram quem venceu (infelizmente!).

Veja outros posts relacionados...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *